fbpx Skip to content
Espelho meu... Site

Espelho, espelho meu…

2013. Ano da minha primeira imersão em desenvolvimento. 20 dias em um hotel fazenda. Mentores internacionais. Conteúdo sistêmico e os meus dois grandes insights sobre este universo.

Ao ser questionada pelo mestre Bernd Isert sobre o meu objetivo, eu fui direto ao ponto: Quero ser a melhor. Ele olhou irritado e respondeu: A melhor para quem? Aqui nós não vamos comparar você aos demais. Na visão sistêmica não existe melhor e pior. Tudo vai depender do contexto, e além disso, você pode evoluir e se transformar em uma versão melhor do que a sua anterior. Se compare com você, e não com os outros.

Silêncio.

Ao final do processo a fala do mestre ficou ainda mais clara. Ele estava certo. Desenvolver pessoas só é possível se você, como guia, se permitir passar pelo processo de transformação e mudança. Como guiar alguém através de uma Jornada desconhecida sem ter percorrido a sua? Ter passado por todas as etapas de um processo de evolução vai ajudar o guia a lidar melhor com aqueles que o escolheram.

Todos nós somos, de um jeito ou de outro, guias.

Os pais são excelentes guias, e os avós podem ser ainda melhores. E sabem por que? Dupla jornada. Faz toda a diferença. Os líderes também são guias, cada um com seu estilo, e essa essência tem a ver com suas vivências e desafios. Existem os líderes formados pelas melhores faculdades do mundo, e os formados pela vida. Há, ainda, os que tiveram a oportunidade de se formar nas duas escolas, e esses podem ser espetaculares. Segundo o mestre Isert, “o melhor guia é um amigo que o ouve livre de julgamento”.

O mais importante a saber sobre os guias é que eles, em algum momento, se deixaram guiar.

Todo esse processo de se preparar para guiar é sobre confiar e acreditar: No seu processo e na sua evolução, e sobretudo no processo do outro. Confiar na capacidade das pessoas de se desenvolverem e acreditar que o sistema se auto regula no tempo dele, e não no nosso. Acreditar no outro. Nas capacidades e na força que o desejo de evolução traz para cada uma das jornadas que se seguem.

2020. Ano de reflexão. 90 dias em casa. Imersão global. Ano de se deixar guiar. Ano de se reposicionar. Ano de se olhar no espelho e se reconhecer. Espelho, espelho meu…

Foto por Louis | Pexels

Curtiu o texto? Compartilha ;)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Cursos relacionados