fbpx Skip to content
Foto por cottonbro peq

Im-possível

Um dos desafios mais complexos que o mundo enfrenta é como lidar com o aquecimento global. E, como toda questão complexa, ela exige uma solução integrativa, que demanda: Mapeamento do problema e do network, análise e engajamento das pessoas chave e escolha de “facilitadores integrais coerentes” para a moderação.

Alan Watkins e Ken Wilber explicam cada um dos itens acima no livro “Wicked & Wise”- How to Solve the World’s Toughest Problems (sem versão em português). Ao ler este detalhamento e seus desdobramentos, pode-se questionar se é realmente viável, dado o grau de complexidade que seguir esse protocolo envolveria.

A questão central é: Até hoje não se conseguiu chegar a um consenso, no que diz respeito às soluções viáveis, para solucionar o impacto causado pelo aquecimento global. O protocolo de Quioto seria perfeito, se funcionasse…

O aquecimento global não é apenas uma questão a ser solucionada pelas Nações Unidas, e sim por toda a população mundial. A solução envolve mudança de hábitos profundas e significativas, que vão desde a diminuição do uso de plástico e agrotóxico até o consumo consciente.  Caso se aumente o uso de produtos vendidos em embalagem de vidro, obviamente a indústria vai substituir as embalagens de plástico, pois todos sabem que, nesse caso, quem manda é o consumidor.

O mundo parou. Se essa “cláusula” tivesse sido escrita no Protocolo de Quioto, estaria fadada ao fracasso, como tantas outras. A diferença é que a natureza não quis saber se nós estávamos dispostos a parar. Abaixo cito um trecho do líder indígena Ailton Krenak em artigo recente: “A natureza é uma mãe amorosa, que decidiu fazer o filho calar a boca pelo menos por um instante. Não é porque não goste dele, mas quer ensinar alguma coisa para ele. Ela simplesmente está dizendo para a gente: silêncio. Esse é também o significado do recolhimento”.

É possível parar. Essa parte a natureza já fez por nós. A nossa é silenciar, e isso cada um deve fazer por si, pelo outro e pelo planeta. É uma grande oportunidade para todos. Os xamãs Indígenas diriam: Volte a cantar, volte a dançar, encontre a paz no silêncio. E então? Respostas virão.

Curtiu o texto? Compartilha ;)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Cursos relacionados