fbpx Skip to content
WhatsApp Image 2020-11-18 at 16.15.29

Integridade

Hoje eu ouvi algo que me chamou a atenção: “Eu amo a vida que eu levo”. Essa fala veio da consultora de imagem Cris Alves, que bateu o recorde de horas trabalhadas em um projeto que, antes de desligar o computador e começar a descansar, resolveu fazer um vídeo e agradecer. Me chamou a atenção a integridade do depoimento, que foi finalizado da seguinte forma: “Eu amo estar fazendo cada uma das coisas que eu faço, e sou muito grata por tudo. Eu estou ocupando o meu lugar”.

Hoje o meu convite é a busca por integridade. Ser íntegro é ser inteiro. Para estar inteiro basta ter um conceito de vida bem definido e ser fiel a essa escolha. Parece até algo bem simples, no entanto, definir este conceito de vida e ter a coragem de ser 100% fiel a ele demanda muita energia e determinação, sobretudo em contextos com padrões de comportamento pré-definidos.

Como exemplo vou falar do tema sustentabilidade. É “cool” ser sustentável e falar desse assunto, um tema atual, importante e relevante. Incluir esse valor dentro do seu contexto de vida “pega bem”. Assim, algumas celebridades exploram a sustentabilidade como estratégia de marketing. A grande questão por traz desse exemplo é: como alguém deve viver o seu dia a dia de forma sustentável?

Como utilizar fraldas descartáveis no seu filho e pregar a sustentabilidade? Eu estou falando de comportamentos padrões na nossa sociedade e não de pequenos gestos de proteção ao meio ambiente. Para estar inteiro é importante viver alinhado com o que você prega. Ser íntegro é muito mais do que ter um discurso congruente, é ter esse discurso alinhado aos seus comportamentos.

Para estar inteiro a sua convicção a respeito dos seus valores deve ser maior do que o medo de ir contra a sociedade. O centro é você e os seus valores. Eles podem ir a favor ou contra a boiada. Pessoas íntegras não vivem para agradar aos outros, elas levam uma vida plena e de significado, sem a necessidade de convencer o outro ou provocar.

Agir com o intuito de agradar ou ser convencido de algo podem ser indicadores de afastamento dessa integridade. Por outro lado, decidir e escolher conforme a sua bússola interna e o estilo de vida que você considera apropriado, sabendo lidar bem com as consequências dessas escolhas, é um sinal de evolução e plenitude.

Há quem diga que pessoas íntegras têm abundância e o universo conspirando a seu favor. Se colocar a serviço de algo que tem significado e importância engaja. Existem várias linhas de estudo pesquisando e comprovando cientificamente a importância do propósito evolutivo para as empresas e estimulando líderes a engajar através do propósito.

O mundo precisa de mais pessoas íntegras. De que lado você está?

Curtiu o texto? Compartilha ;)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Cursos relacionados